Nós da agência Servos também não ficamos de fora nos lançamentos do cinema, e Star wars O despertar da força é um dos filmes mais aguardados do ano. Antes mesmo do lançamento oficial o filme já sofre ameaça de boicote por ter uma mulher e um negro como protagonistas

Isso mesmo que você acabou de ler, o racismo e o preconceito afeta todas as áreas e lugares.

star-wars

 

É inacreditável, mas é isso mesmo. Numa triste demonstração de racismo, machismo e intolerância, foi criado um movimento online que pede aos fãs para boicotarem Star Wars O despertar da força. O motivo? O fato do filme contar com uma mulher e um negro como protagonistas.

Através da hashtag #BoycottStarWarsVII, a campanha afirma que o filme promove um “marxismo cultural” e o “genocídio branco” (oi?).

O movimento esquece que a franquia Guerra nas estrelas sempre contou com personagens femininas fortes, como Leia (Carrie Fisher) e Padmé (Natalie Portman), além de atores negros em posição de destaque, como Billy Dee Williams (Lando), Samuel L. Jackson (Mace Windu) e, é claro, James Earl Jones (Darth Vader). Mas nada disso importa para quem tem o preconceito correndo na veia.

A Servos está contando os dias para a chegada de Star Wars : Episódio VII, esperamos ansiosos para ver  Daisy Ridley como Rey e John Boyega como Finn.

O filme chega dia 17 de desembro, as vendas dos ingressos já começaram no mundo todo, e o filme conta com parte do elenco original de volta, entre eles estão Harrison Ford, Mark Hammill e Carrie Fisher.

 

 

Compartilhe

Posts Recentes

Banda faz homenagem ao universo Marvel

Banda faz homenagem ao universo Marvel

Banda Marcial da Universidade Estadual de Michigan fez incrível apresentação no interva...
Esquadrão Suicida ao som de Queen

Esquadrão Suicida ao som de Queen

[vc_row full_width="" parallax="" parallax_image=""][vc_column width="1/1"][vc_column_text...